Um dia de arte, chuva, sol e gostosuras em Salzburgo


Mais um final de semana de folga dos estudos e lá fui eu para mais uma descoberta na Europa, desta vez o destino foi Salzburgo na Áustria, a terra natal do grande compositor Mozart.

A cidade localiza-se a cerca de 2 horas de Munique e utilizando o Bayern ticket o bilhete de ida e volta custou apenas 10 euros. No trajeto até la muitas paisagens e um tempo meio emburrado, típico daquela região que costuma ter muita chuva ao longo do ano devido a sua posição a beira do rio.

Ao chegar na estação central de Salzburgo a chuva não dava trégua para a visita o que, a principio, me deixou bem desanimada como o pobre cachorrinho que nem conseguia andar pelas ruas, mas a beleza da cidade começou a me conquistar quando entrei em uma das ruazinhas nas proximidades da Praça de Mozart.

Ali encontram-se as lojas mais lindas e saborosas de Salzburgo, exibindo em suas vitrines os famosos ovos decorados, os Kugel de Mozart (bolinhas de chocolate recheadas com pistache e com um sabor leve e tentador), além de uma infinidade de modelos de trajes tradicionais do país (Dirndl e Lederhose) e comidas de dar água na boca (Brezel, Waffel, Sopas e os pratos de carne de porco).

A cidade de Salzburgo foi eleita em 1977 pela UNESCO como patrimônio da humanidade por sua importância cultural. Ali nasceu e viveu o grande compositor Mozart que até hoje é o símbolo da cidade. Na Praça, construída em sua homenagem, encontra-se a sua estátua, o edifício barroco da Catedral de Salzburgo onde ele foi batizado, o Museu de Salzburgo e as catacumbas (entrada 1,50 euros), escavações na rocha no alto da montanha localizadas logo atrás do cemitério da cidade.

Para os amantes da musica clássica, o Palácio Residenz é o lugar certo para assistir a um concerto do final do Séc. XVI, época Renascentista quando o Palácio foi construído, e deixar-se levar desde a musica barroca até a de Mozart. Todos os dias o Palácio apresenta o Residenzkonzerte com a opção de guia-áudio no valor de 19,50 euros para adultos e 9,20 euros para crianças. Outra opção pode ser um jantar-concerto no Restaurante St. Peter que oferece, além da performance dos artistas em trajes típicos da época, um jantar com receitas inspiradas no Séc. XVIII.

Como a minha permanência na cidade seria até as 18hs e o espetáculo começava somente as 17hs não pude assistir, mas em compensação tive tempo suficiente para subir ao alto da montanha onde fica o forte Hohensalzburg, uma fortaleza medieval com mais de 900 anos de historia arquitetônica e com a melhor vista da cidade.

A chuva não parava de jeito nenhum, mas mesmo com o mau tempo subi a montanha a pé para poder fotografar a fortaleza de diversos ângulos e ainda tive a sorte de chegar la com um pouco de sol. Isso mesmo, o tempo em Salzburgo muda da água pro vinho, pois depois da tempestade logo em seguida o sol voltou a brilhar e la estava eu dentro do castelo visitando os labirintos e as salas que contam centenas de anos de historia da aristocracia austríaca que ali viveu por vários séculos.

A visita valeu a pena simplesmente porque ao andar pelos caminhos dentro da fortaleza tive a impressão de voltar no tempo e ouvir o trote dos cavalos entrando pelo portão principal, além do toque do órgão eletrônico que avisava do alto da montanha quando uma tempestade se aproximava (algo bem útil para esta cidade tão chuvosa).

Dentro do castelo também visitei o museu e teatro de marionetes, um espaço bem interessante com vários modelos de bonecos e cenas, além de apresentações diárias as 19:30hs.

A entrada no forte custa 7,80 euros com direito ao guia-áudio, entrada no museu de marionetes e a descida de bondinho até a cidade. Eu aconselho subir a pé até o alto da montanha para poder aproveitar a paisagem e fotografar o forte e a cidade de vários ângulos e depois que estiver bem cansado(a) poderá descer até a Praça de Mozart bem rapidinho.

Depois de passar quase 3 horas no forte, voltei ao ponto central da cidade e fui visitar o Jardim Mirabel, um espaço lindíssimo repleto de caminhos floridos e ponto de encontro de turistas de varias nacionalidades que aproveitam o tempo para tirar fotos e descansar em um banco ao som dos artistas de rua que recriam a atmosfera renascentista com musicas de Mozart e outros compositores da época. Ali no jardim encontra-se o Museu Barroco, mas infelizmente ele estava fechado desde o dia 2 de Setembro e por isso não pude visitá-lo.

Antes de voltar para Munique ainda dei uma passadinha pela casa onde Mozart e sua família viveram e aproveitei para experimentar um pedaço da famosa torta Sacher na confeitaria do hotel Sacher que fica bem próximo dali.

A historia da torta Sacher original teve inicio em 1832 em Viena, quando então o aprendiz de cozinheiro Franz Sacher com apenas 16 anos de idade criou essa receita para a corte do príncipe Metternich. Desde então, a receita escrita a mão tornou-se um segredo do Hotel e ainda hoje a torta é produzida de maneira tradicional, sendo que a sua receita esta protegida por direitos autorais.

Digamos que apesar do preço bem salgado, a torta realmente é a sobremesa mais deliciosa que ja experimentei. O sabor e a textura da massa mesclam-se com a leveza da calda de chocolate e criam uma sobremesa leve e instigante que fazem qualquer ser vivo suspirar de nostalgia de um tempo passado que sequer viveu, mas que aqui em Salzburgo continua bem presente.

Antes de voltar para a estação de trem ainda encontrei um hotel com a bandeira brasileira bem a vista, o que para mim pareceu um belo convite para voltar em uma outra oportunidade e viver novas experiências nesta terra que inspirou Mozart e que nesta ocasião também me inspirou a “Carpe Diem” (aproveitar o dia).

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

Uma resposta para “Um dia de arte, chuva, sol e gostosuras em Salzburgo

  1. Pingback: A história da verdadeira Torta Sacher | Cantinho da Viagem·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s