Áustria

A Vienna das artes


Uma breve visita à capital da Áustria é suficiente para comprovar a imponência desta que já foi a capital de um dos mais influentes impérios europeus (austro-húngaro). Com seus prédios enormes e o tráfego intenso de carros, Viena é o destino perfeito para quem gosta do agito da cidade grande aliado à história e a calmaria dos parques que estão por todos os cantos da cidade.

No centro da cidade, a  Mariahilfestrasse é a rua mais movimentada e convidativa que reúne diversas lojas de departamentos e a área dos grandes e famosos museus de Viena. Uma boa pedida para conhecer melhor os quatro cantos da cidade é fazer o passeio de ônibus turístico hop-on hop-off composto de duas linhas (azul e vermelha ao custo de 22 euros válido por 24 horas) que percorre os principais atrativos da capital.

O passeio começa no centro da cidade passando pelo Prater, uma área de lazer enorme com um parque de diversões e sua roda gigante impressionante que leva 20 minutos para dar uma volta e oferece a possibilidade de jantares românticos a bordo de um pequeno vagão de madeira no mais tradicional estilo Vienense.

IMG_3967
Prater, Vienna, Áustria.

A Catedral Mexicana, construída no período de Ferdinando I, o famoso imperador austro-húngaro casado com a também emblemática princesa Sissi. O nome da catedral foi escolhido devido à praça homônima localizada logo em frente.

IMG_3975

Viena é também conhecida e apreciada por ter sido o berço do Valzer, uma dança  100% vienense que nem sempre foi vista com bons olhos pelos cristãos da época. Isso porque segundo eles durante a dança  algumas partes do corpo das mulheres como os tornozelos ficavam visíveis e havia muito toque entre os casais, no entanto, apesar de toda a desaprovação sofrida, os nobres não deram muita importância e continuaram a dançá-la nas festas da corte. Tanto que Levi Strauss compôs Danúbio Azul em homenagem ao rio Danúbio que corta a cidade e este Valzer viria a ser mais um hino eternizado da cidade de Viena.

IMG_4629
Estátua de Mozart, Vienna, Áustria.

A cidade também foi palco de um dos maiores nomes da música clássica: Mozart com apenas 6 anos foi convidado para tocar no Palácio de Schonbrunn localizado nos arredores de Viena (atualmente 1.441 quartos) e na sala dos espelhos e foi ovacionado pela imperatriz Maria Theresia que via nele um grande prodígio. O castelo recebe atualmente milhares de visitantes e era também muito apreciado pela princesa Sissi que gostava de passear pelos seus jardins em estilo francês.

sala espelhos schonbrunn
Sala dos espelhos no Palácio de Schonbrunn, Vienna, Áustria.

E não há como mencionar Viena sem mencionar a emblemática princesa Sissi que cansada de seu casamento com o imperador Ferdinando I e da vida de luxo, tristezas e desavenças com sua sogra, optou em passar grande parte de sua vida viajando pelo mundo.  No Palácio de Hofburg há um museu em homenagem à princesa onde é possível ver a coleção de seus vestidos (ela tinha cabelos longos, cuidava muito da aparência, tinha cuidados extremos com o peso e não deixava sua cintura ter mais de 50cm, foi uma grande viajante, passou mais tempo fora que em Vienna e perdeu sua filha primogênita Sofia quando esta tinha apenas 2 anos). No museu é possível visitar e conhecer o aparelho de ginástica utilizado pela princesa Sissi.

Outro atrativo de grande peso em Viena é o Palácio e Museu Belvedere em estilo barroco, construído pelo príncipe Eugene de Savoy como residência de verão, hoje abriga uma das maiores coleções do pintor simbolista austríaco Gustav Klimt, entre elas o famoso quadro “O Beijo” e “Judith” (entrada 12 euros).

o beijo
Detalhe do Beijo no Museu Belvedere, Vienna, Áustria.

E depois de rodar a cidade, seus parques, belvederes e palácios nada mais justo que dar uma passadinha no Nachtmarket, um mercado com vários restaurantes e lojas de especiarias e artigos em geral onde os locais e turistas se reúnem para bater papo e apreciar os mais diversos pratos internacionais.

IMG_3959
Nachtmarket, Vienna, Áustria.

E para quem gosta de doces, nada mais justo que provar a tradicional Torta Sacher (conheça aqui a receita), que apesar de ser famosa no país e um dos atrativos de Vienna é bem difícil encontrar a verdadeira e original, isso porque muitas receitas e confeitarias vendem o produto com o nome Sacher (e preços na mesma medida), porém a disputa pelo nome que já foi motivo de ações nos tribunais nacionais pelos verdadeiros criadores da torta só me fazem acreditar que a melhor e original mesmo que já provei até hoje encontra-se em Salzburgo.

IMG_4664
Torta Sacher, Vienna, Áustria.

E se você quiser conhecer a cidade aproveite e confira os pacotes promocionais aqui.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta o nosso Instagram e Facebook e compartilhe a ideia com seus amigos!

Vai viajar? Então não esqueça de fazer o seu seguro de viagem e ganhar 5% de desconto com o cupom de desconto do cantinho da viagem. Basta acessar aqui e antes de finalizar a compra inserir o código CANTINHODEVIAGEM.

Anúncios

Ajude-nos a inspirar muitas pessoas e viajar deixando o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.