Como trabalhar de voluntário com ursos Pandas


Digamos que os ursos pandas são as criaturas mais amadas do planeta. Quantas vezes você já ficou impressionado com uma foto de um bebê panda ou passou horas vendo aqueles vídeos fofinhos das trapalhadas deles. Tudo bem que uma simples visita a um zoológico pode satisfazer a sua curiosidade em vê-los de pertinho, mas a realidade é  que estes dóceis animais estão em risco de extinção e realmente precisam de ajuda para sobreviver.

Neste sentido, os centros de conservação chineses tem ajudado muito no cuidado com os pandas, especialmente depois que a Base de Chengdu abriu sua central em 1987 com apenas 6 pandas resgatados da vida selvagem e conseguiu aumentar consideravelmente a população dos pandinhas locais. E foi graças a este centro de conservação e aos voluntários que dedicam seu tempo no cuidado com os pandinhas que a espécie continua viva e muito bem de saúde.

Então se você gosta de pandas e quer dar uma mãozinha aos chineses para a preservação desta espécie encontre um programa de voluntariado que precise de ajuda e mãos à obra.

panda

A realidade de um voluntário em um centro de proteção ao urso panda

Como voluntário é preciso ser flexível e preparado para realizar as tarefas que serão exigidas. Ser membro de um programa não significa estar de férias, mas sim estar disposto a trabalhar de 6-8 horas diárias no mínimo 5 dias por semana tendo 2 dias livres para conhecer os arredores.

Por segurança, cada voluntário trabalha em conjunto com um supervisor do centro e realiza atividades que vão desde acariciar os pandas bebês até limpar as acomodações dos bichinhos.

Se você gostou da ideia e quer ser um voluntário em um destes programas aí vão algumas dicas que podem te ajudar…

  1. O centro mais popular de voluntariado é o que fica próximo a Chengdu, uma cidade do sudoeste da China, capital da província de Sichuan com cerca de 4.600.000 habitantes (3 horas de voo de Shangai). Este centro está mais próximo ao habitat natural dos pandas o que possibilita e aumenta o sucesso da conservação destes animais.
  2. O programa de voluntariado dura de 1 dia a meses dependendo do tempo e o comprometimento do voluntário em permanecer no centro.
  3. Para participar do programa o voluntário precisa ser maior de 18 anos, providenciar uma carta de um médico com atestado de saúde e solicitar o visto chinês com comprovação de renda e fundos para a viagem.
  4. Os voluntários ficam hospedados em quartos compartilhados com outros voluntários em um hostel próximo ao centro e ali não há serviço de wi-fi.
  5. O programa custa em média US$ 100 por dia o que inclui a acomodação, 3 refeições diárias, uniforme, transporte e um guia.

E agora que você já conheceu um pouco sobre o projeto é hora de planejar sua viagem e ajudar estes simpáticos pandinhas a conhecer as aventuras da vida selvagem 🙂

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s