Um cantinho, um balão…na Capadócia!


Kapadokya, nome persa que significa terra dos cavalos lindos, é uma região super popular da Turquia que recebe milhares de visitantes em busca dos seus famosos passeios de balões. Para se chegar ao mapa da mina é preciso pegar um voo de cerca de uma hora à partir de Istambul e escolher um dos aeroportos mais próximos da cidade de Goreme de onde partem os passeios para conhecer a sua incrível paisagem.

Goreme significa invisível e ao pisar em suas terras dá pra entender o porquê já que a região é o reduto dos hotéis de caverna, encrustados em formações vulcânicas originárias da ação dos três vulcões que cercam a região e uma paisagem única a ser visitada ao menos uma vez na vida.

A região que hoje conhecemos como Capadócia foi coberta pela lava vulcânica a milhares de anos atrás e com o processo erosivo das chuvas acabou formando grandes chaminés com basalto na parte superior e uma estrutura leve que pode ser escavada dando origem a milhares de cidades subterrâneas.

IMG_7207

Paisagem vulcânica na Capadócia, Turquia.

E são estas cidades subterrâneas e os vales repletos de chaminés que mais parecem o mundo encantado dos personagens animados smurfes que formam o cenário perfeito para os passeios de balões. Todos os dias partem mais de 100 balões por volta das 05:00hs da manhã, cada um deles acomodando cerca de 8-10 pessoas e sobrevoando esta paisagem incrível com direito a uma comemoração regada a champagne para os destemidos que ousam subir nas alturas com as pernas bambas para ver este espetáculo único da natureza. O passeio custa em média 150 euros por pessoa e as diversas companhias oferecem transporte dos hotéis, café-da-manhã e certificado. A dúvida fica por conta de qual companhia escolher para fazer o passeio, no entanto como os preços são padronizados, digamos que não há muito o que se pensar pois as fotos são feitas de dentro do balão e a paisagem vai depender do colorido dos outros que estiverem ao seu redor.

balloon night

Balões sendo preparados para o passeio em Goreme, Turquia.

IMG_0064

Balões sobrevoando o Vale do Amor na Capadócia, Turquia.

IMG_6388

Amanhecer na Capadócia, Turquia.

Depois de aventurar-se nos balões e uma pequena pausa para um descanso, o passeio segue para conhecer o Vale das chaminés, o Vale da Imaginação com suas diversas formações rochosas nos mais inusitados formatos, o Vale do Amor com chaminés em forma de falos, além do povoado de Avanos que fica à margem do rio vermelho, o mais longo da Turquia, o qual forneceu a matéria-prima para a produção de cerâmicas desde os tempos em que os hititas habitaram aquela região.

vale

Vale das chaminés na Capadócia, Turquia.

rio vermelho

Rio Vermelho em Avanos, Capadócia, Turquia.

Depois de um dia intenso de caminhadas e emoções, nada mais justo que descansar em um dos hotéis de caverna com direito a provar as delícias da culinária local como o Testi Kebab, uma espécie de ensopado de carne cozido em jarros de cerâmica e vedados com massa de pão. A super pedida foi o restaurante Nostalgy que fica no alto de uma caverna com uma vista panorâmica da cidade de Goreme.

testi-kebab

Testi Kebab (Fonte: http://monishgujral.com/testi-kebab)

No segundo dia pela Capadoccia a dica é começar cedinho antes que o calor fique insuportável para fazer o passeio Sul e visitar o Museu ao ar livre ($30 liras turcas) em Goreme onde encontram-se várias catedrais bizantinas escavadas na caverna com pinturas rupestres e esculturas do Séc. IV, período no qual São Basílio que ali nasceu era o bispo de Kayseri e depois de passar um tempo no Egito conheceu os eremitas e ao voltar uniu os monges para ensinar o cristianismo para as crianças nas cavernas. Ali mesmo, além da religião cristã, as crianças aprendiam as técnicas da pintura bizantina de afrescos usando argila e as claras de ovos do pombal do Vale das Pombas nas cavernas de Uchisar.

O passeio se complementa com a visita guiada pela Cidade Subterrânea habitada desde a época dos hititas há cerca de 1500 anos a. C. com vários andares abaixo da terra. Na época os habitantes da região tinham estatura baixa, viviam cerca de 35-40 anos e usavam as cidades subterrâneas durante as guerras para se proteger dos invasores. O sistema interno das cidades é composto por túneis protegidos por uma roda que fecha as entradas principais em caso de ataque, cisternas e armazenamento de mantimentos, uma verdadeira fortaleza escavada nas entranhas da terra.

E o passeio só termina depois de um trekking pelo Paradise Valley onde se produzem damascos, batatas e uvas até chegar no alto da Fortaleza de Uchisar do Séc. III d.C. com 200 metros de altura que foi construída pelo romanos.

fortaleza

Um contraste interessante da Capadoccia é que a população atual é de maioria islâmica e por todos os lados vemos mesquitas e fiéis a seguir o alcorão, no entanto as cavernas abrigam o maior patrimônio bizantino da humanidade declarado pela UNESCO, fato este devido ao acordo entre o governo turco e grego que promoveu uma espécie de troca-troca permitindo que os cristãos ortodoxos que ali viviam voltassem para terras gregas e os islâmicos turcos pudessem ali se reestabelecer.

IMG_6918

Mesquita islâmica em Avanos, Turquia.

A Capadoccia é verdadeiramente um museu a céu aberto a ser descoberto e uma aventura inesquecível de ser vivida.

Como chegar: há dois aeroportos próximos da cidade de Goreme (Kayseri – 80km e Nevsehir – 40km) e ambos recebem voos diários de Istambul com as companhias Turkish Airlines e Pegasus (esta com ótimos preços). Os transfers do aeroporto ao hotel podem ser reservados com antecedência com agências locais para evitar transtornos na chegada já que os voos costumam chegar ou muito cedo pela manhã ou muito tarde à noite.

Onde ficar: há várias opções de hospedagem tanto em Goreme como nas cidades vizinhas, no entanto quem vai para a Capadoccia quer mesmo sentir na pele a emoção de viver momentos únicos, por isso a melhor pedida certamente é ficar em um hotel de caverna com direito a privilégios como acordar de manhã com a vista de milhares de balões na porta de casa. Nesta viagem o Hotel Village House Cave que fica bem próximo ao centro de Goreme com uma vista espetacular foi o nosso refúgio.

O que fazer: a região da Capadócia pode ser visitada de maneira independente, de carro, bicicleta, a pé, a cavalo ou é claro, com passeios organizados e guias que explicam tudo direitinho e dão aquela dica especial para as melhores fotos e as melhores histórias, por isso todos os passeios e transfers foram organizados pela Opos Tours de Istambul que tem preços super em conta e ajudou o cantinho da viagem a realizar o sonho de voar de balão com segurança e ainda proporcionou um motorista fotográfo de mão cheia que enriqueceu nossa galeria de imagens.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta o nosso Instagram e Facebook e compartilhe a ideia com seus amigos!

Vai viajar? Então não esqueça de fazer o seu seguro de viagem e ganhar 5% de desconto com o cupom de desconto do cantinho da viagem. Basta acessar aqui e antes de finalizar a compra inserir o código CANTINHODEVIAGEM.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s