Os 3s da Tailândia: Sorriso, Simplicidade e Sexo


Depois de quase 24hs de viagem, finalmente a chegada ao aeroporto de Suvarnabhumi em Bangkok, um dos mais modernos e bem organizados do mundo. Antes de fazer a imigração é necessário passar pelo balcão de controle sanitário (health control) para preencher um formulário, validar a vacina contra a febre amarela e depois entrar na fila para controle do passaporte no Immigration 1 (brasileiros não precisam retirar o visto antecipado para turismo na Tailândia). Depois de pegar as malas e sair no saguão de desembarque lá estava o transfer do Hotel Bangkok Loft Inn que me aguardava. Escolhi este hotel por oferecer o serviço gratuito de transfer e por ser muito bem recomendado no tripadvisor e, sinceramente foi a melhor escolha já que o hotel fica muito bem localizado a poucos metros da estação Wongwian Yai do Skytrain, além do atendimento super atencioso dos funcionários e um café-da-manhã com direito a pratos deliciosos da culinária Tailandesa.

Hotel Bangkok Loft Inn

Hotel Bangkok Loft Inn

IMG_3440

Bangkok, a capital da Tailândia, em tailandês se chama: Krung Thep Mahanakhon Amon Rattanakosin Mahinthara Yuthaya Mahadilok Phop Noppharat Ratchathani Burirom Udomratchaniwet Mahasathan Amon Phiman Awatan Sathit Sakkathattiya Witsanukam Prasi(que se resume em Krung Thep, a cidade dos anjos).

Mas engana-se quem pensa que nesta cidade circulam somente anjos. Infelizmente o país atrai muitos turistas em busca dos prazeres carnais e basta uma visita a Patpong, uma rua repleta de barracas de bugigangas, que se misturam às discotecas e clubes de sexo ao vivo com variações muito criativas de espetáculos deprimentes de Ping Pong (pompoarismo), para saber porque o país é conhecido internacionalmente pelos seus 3s (Sorriso, Simplicidade e Sexo).

IMG_4746

DSC09171

Os tailandeses conquistam os visitantes de sorriso em sorriso, pois mesmo não entendendo uma sequer palavra de inglês ou outro idioma eles sempre estão dispostos a ajudar e, a cidade, mesmo com seus engarrafamentos, poluição e seu clima super quente e úmido, consegue envolver e encantar em cada cantinho.

Um dos grandes atrativos desta metrópole com mais de 14 milhões de habitantes concentram-se na parte antiga da cidade onde estão localizados o Grand Palácio – ingresso 500 Baht (cerca de US$ 15,00) – e Wat Po (o Templo do Buda Deitado de Esmeralda) – ingresso 100 Baht (cerca de US$ 3,50) os templos ficam bem perto um do outro e são visitados por milhares de turistas que se impressionam com a beleza da arquitetura, das cores dos detalhes (para entrar é necessário usar roupas compridas que cubram pernas e braços). O Grand Palácio abre das 08:30 às 15:30 e quando chegar na entrada principal que fica na Rua Viseschaisri não acredite nos motoristas de tuk tuk que vão tentar te convencer que o palácio está fechado ou coisa do gênero para tentar vender um passeio por lojas ao redor da cidade.

O Skytrain não cobre esta parte da cidade onde está localizado o Grand Palácio, por isso é preciso pegar um táxi ou tuk tuk para chegar até lá ou seguir de barco pelo Rio Chao Phraya e descer na estação Tha Chang (bilhete custa 15 Bath). Chegue cedo para assistir a troca da guarda que ocorre às 08:30 da manhã.

Os barcos que cruzam o Rio

Os barcos que cruzam o Rio Chao Phraya

Troca da guarda no Grand Palace.

Troca da guarda no Grand Palace.

O Grand Palácio de Bangkok é uma cidade dentro de outra cidade. Construído como casa para  família real tailandesa às margens do Rio Chao Phray e aberto ao público com sua beleza e esplendor, o palácio ocupa 218.000 metros e sua arquitetura foi inspirada nos templos de Ayutthaya, a antiga capital do país, com forma retangular e edifícios voltados para o Norte.

O Rei Rama pediu para desmantelar Ayutthaya para reutilizar os materias na construção do Grand Palácio e hoje os visitantes podem conhecer as áreas ao ar livre do templo, o pátio central e o tribunal.

Entrada Grand Palace

Entrada do Grand Palace

Esculturas Gigantes que são réplicas dos demônios da mitologia tailandesa com a espada do templo na mão em frente ao Grand Palace.

Esculturas Gigantes que são réplicas dos demônios da mitologia tailandesa com a espada do templo na mão em frente ao Grand Palace.

Buda Deitado

Buda Deitado no Wat Po

Grand Palace

Jardins do Grand Palace

Beleza em cada detalhe do Grand Palace.

Beleza em cada detalhe do Grand Palace.

Flor de lótus, presente em todas as oferendas nos templos.

Flor de lótus, presente em todas as oferendas nos templos.

E para os amantes da história, o Museu Nacional é outra atração imperdível já que fica bem próximo ao Grand Palácio e à Universidade de Thammasat e apresenta em sua coleção a historia do desenvolvimento da cultura e civilização tailandesa, exibindo em sua arquitetura colunas feitas em esmeralda pura.

Outro passeio muito interessante é a visita à cidade de Ayutthaya, reconhecida pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. A cidade foi um importante posto comercial que fazia fronteira com o poderoso império Khmer (cujas esplêndidas ruínas podem ser vistas no complexo chamado genericamente de Angkor Wat, no vizinho Camboja). Posteriormente, entre 1350 a 1767, também foi a capital do reino do Sião, que chegou a ocupar um território que engloba o Laos, o Camboja e o Mianmar.

O lugar é um dos pilares do orgulho nacional tailandês e da vertente do budismo praticado no país. Mais de 400 templos foram erguidos na região e ainda que os monumentos estejam longe de transmitir a imponência que tinham no passado, suas colunas, escadarias e fragmentos de imagens ainda impressionam.

Os templos mais importantes, como Wat Phra Si Sanphet, Wat Phra Mahathat e Wihaan Mongkhon Bophit distribuem-se por uma ilha cercada por um canal. Fora dela, não perca o Wat Chai Wattanaram, principalmente na hora do pôr do sol.

IMG_3294[1]

Wat Worachetharan

IMG_3271[1]

Templos cercados pelo lago.

IMG_3308[1]

IMG_3320[1]

IMG_3305[1]

Wat Phra Mahathat e a cabeça do Buda na árvore.

Buda deitado de Ayutthaya (Wat Lokayasutharam), cuja cabeça repousa sobre uma flor de lótus, é uma das maiores estátuas do país com 37 metros de comprimento, onde o Buda está na posição do Nirvana, aguardando sua morte para atingir a iluminação espiritual.

Buda deitado de Ayutthaya (Wat Lokayasutharam), cuja cabeça repousa sobre uma flor de lótus, é uma das maiores estátuas do país com 37 metros de comprimento, onde o Buda está na posição do Nirvana, aguardando sua morte para atingir a iluminação espiritual.

Para chegar à Ayutthaya a partir de Bangkok dá pra ir de trem em uma viagem um pouco cansativa que dura cerca de duas horas da estação Hua Lamphong (bilhete custa 30 Bath – cerca de US$ 1,00) – ida e volta)  ou comprar um pacote com uma agência local que inclui visita às ruínas e ao Palácio Bang Pa, sendo que a ida é de van e a volta  de barco pelo rio Chao Phraya, incluído almoço à bordo (pacotes custam em torno de 1.500 Bath (cerca de US$ 48,00).

DSC09185

Ao chegar em Ayutthaya a visita aos templos pode ser feita a bordo de um tuk-tuk – aqueles carrinhos simpáticos puxados por uma moto – ou alugando uma bike logo em frente da estação ferroviária (custo de 40 Bath – US$ 1,25).

DSC09214

Os elefantes são animais muito importantes em toda a história do Sudeste Asiático. Em Ayutthaya, foram a força que possibilitaram a construção de templos tão grandiosos.

Os elefantes são animais muito importantes em toda a história do Sudeste Asiático. Em Ayutthaya, foram a força que possibilitaram a construção de templos tão grandiosos.

Em Bangkok, além dos templos, vale a pena visitar a Casa de Jim Thompson’s, um americano que morou na Tailândia por muitos anos (na década de 40-50) e era um colecionador de arte. Ele ajudou a transformar a indústria de seda no país e desapareceu na Malásia quando saiu de férias. Hoje a sua casa abriga uma mostra de suas obras de arte e um restaurante que leva seu nome e serve pratos da culinária Tailandesa.

E para fechar com chave de ouro uma visita a Bangkok, nada melhor que um passeio pelos mercados flutuantes que ficam literalmente dentro da água e ocupam um bairro inteiro. A visita ao mercado nos dá uma ideia da variedade de produtos e opções de comidas e frutas típicas do país que são de dar água na boca.

O mais famoso dos mercados flutuantes em Bangkok é o Damnoen Saduak que fica bem afastado da cidade (cerca de 2hs de viagem) e costuma lotar de turistas nos finais de semana. Apesar da sua fama optei em conhecer o mercado de Khlong Lat Mayon que fica a cerca de 30 minutos de táxi da estaçãoo Wongwain Yai (150 Bath – US$ 5,00) e é um dos poucos da cidade que ainda conserva o clima agradável e descontraído dos moradores locais que trazem suas famílias para fazer compras e experimentar as milhares de delícias.

Mercado de Khlong Lat Mayom

Mercado de Khlong Lat Mayom

Ruazinha charmosa do mercado de Khlong Lat Mayom

Ruazinha charmosa do mercado de Khlong Lat Mayom

Delicias do mercado de Khlong Lat Mayom

Delícias do mercado de Khlong Lat Mayom

E como final de semana é motivo de ir ao mercado fazer compras, nada melhor que visitar também o Chatuchak, o maior mercado da Tailândia com uma extensão de mais de 14 km² e mais de 5000 barraquinhas que vendem desde comidas deliciosas como o sorvete de coco a passaportes de mentirinha. Vale muito a pena conferir e aproveitar, principalmente se a sua estadia em Bangkok for no final de semana já que estes mercados só abrem aos sábados e domingos.

Sorvete de coco

Sorvete de coco

Falsos passaportes

Passaportes falsos

E ainda em Bangkok não deixe de….

Jantar em um barco com vista para o Rio: um passeio cinco estrelas que inclui o transfer do hotel e um com direito a um menu de especialidades tailandesas (1400 Bath – cerca US$ 43,00 por pessoa).

Jantar no Moon Bar no alto do Banyan Tree Hotel: um restaurante (Vertigo) que fica aberto até as 23:00 com uma vista maravilhosa da cidade.

Fazer uma massagem no Wat Po: isso mesmo, a melhor massagem tailandesa está disponível neste templo que funciona também como uma escola de medicina tradicional tailandesa. O local das massagens fica um pouco escondido mas nada que um mapa ou alguém do local não possa ajudar (30 min. de massagem custam 260 Bath – US$ 8,00). Vale super a pena para relaxar, principalmente depois de uma longa viagem.

A escola de Massagem no templo de Wat Pho

A escola de Massagem no templo de Wat Pho

Bater perna pela Khaosan Road: uma rua estreita, repleta de restaurantes e barzinhos super legais que são a coqueluche dos mochileiros que visitam a cidade. Muitos optam em hospedar-se nos hotéis da região para ficar bem pertinho do agito noturno e do ar jovial que a rua faz transpirar nos dias e noites quentes de Bangkok.

O agito da rua dos mochileiros

O agito da rua dos mochileiros

Saiba ainda que na Tailândia…

Segundo a tradição local, o Rei nasceu em uma segunda-feira e por isso a maioria das pessoas se vestem de amarelo neste dia da semana.

Em tailandês o verbo comer se diz “Kin Kao”, que significa literalmente Comer ArrozPai Kin Kao significa Ir a comer.

A palavra Wat significa Templo.

A moeda local se chama Bath e sua cotação é de 1 US$ = 32 Bath

La kon Bangkok! (Tchauzinho)

Próxima parada…SIEM REAP (Camboja)

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

4 Respostas para “Os 3s da Tailândia: Sorriso, Simplicidade e Sexo

  1. Pingback: O que leva uma pessoa a ir pra Ásia?! | VIAGENS PELO MUNDO·

  2. Olá! Vi que você foi pra Tailândia em novembro! Estou doida pra ir final de outubro e começo de novembro, 18d e estou morrendo de medo das monções… Aquelas chuvas malucas estragarem minhas preciosas férias. Você viu algo do tipo quando você viajou pra lá?

    • Monalisa em novembro nao peguei nenhum dia de chuva, o tempo estava perfeito, mas dizem que ate final de outubro costuma chover bastante, mas vai com pensamento positivo que suas ferias serao maravilhosas, eu super recomendo a Tailandia ate mesmo debaixo de chuva 😊 se precisar de dicas ou algo que eu possa ajudar eh so me escrever, abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s