Krabi e as mais lindas ilhas do sul da Tailândia


Depois de 2hs de voo de Chiang Mai cheguei em Krabi. O aeroporto fica a cerca de 20-30 minutos da praia de Ao Nang, o ponto predileto dos turistas que a escolhem por ser o ponto ideal de partida para conhecer as ilhas paradisíacas que ficam ao seu entorno. O táxi do aeroporto até Ao Nang custa em torno de 600 Bath, mas também há opção de ônibus coletivo (150 Bath por pessoa) que passa pelos principais hotéis da avenida de Ao Nang.

Eu fiquei hospedada no Glur Hostel, uma opção super interessante para quem não se importa em caminhar 15 minutos para chegar até a praia e ao pier de onde partem os barcos para os passeios e quer um lugar aconchegante para relaxar e fazer novas amizades. O hostel dispõe de quartos coletivos e suítes duplas com banheiro privativo, piscina e funciona com um conceito de resort, mas é claro com muito menos infraestrutura e preços muito mais em conta.

Glur Hostel

Glur Hostel

Quartos duplos Glur Hostel

Quartos duplos Glur Hostel

Mas agora vamos falar do que mais interessa: as praias do sul da Tailândia. A maioria das pessoas que vem para estas bandas está a procura de paisagens paradisíacas, praias de águas quentes e cristalinas e preços super convidativos. Da praia de Ao Nang partem diariamente os passeios para as famosas ilhas de James Bond, Hong Island, Phi Phi Island e sua famosa Maya Bay (aquela mesma do filme “A Praia” com Leonardo di Caprio).

Os passeios, como praticamente tudo na Tailândia, devem ser negociados antecipadamente com uma agência de viagens e a pechincha deve ser grande porque um passeio pode sair muitas vezes pela metade do preço inicial. Além disso é preciso escolher o tipo de barco para o passeio, se longtail (barco de madeira a motor) ou Speedboat (lancha), no caso do segundo o passeio é mais rápido e confortável, porém um pouco mais caro. Eu escolhi fazer dois passeios diferentes pelas ilhas mais conhecidas de Krabi e deixei Phi Phi Island para o final, pois fiquei 3 noites hospedada por lá.

No primeiro passeio fui a Hong Island (600 Bath com almoço incluso) que fica a cerca de 1 hora de longtail de Ao Nang e é uma das ilhas mais procuradas por ter uma lagoa lindíssima cercada por rochas. A entrada da lagoa é bem estreita e os longtails cruzam de um lado para o outro quando a maré está alta. Infelizmente quando fui até a lagoa a maré estava muito baixa e o barco não pode passar, mesmo assim é possível alugar um caiaque para cruzá-la ou seguir de barco até a praia para curtir suas águas quentes repletas de cardumes de peixinhos coloridos. O único ponto negativo deste passeio é que o barco pára várias vezes ao longo do caminho para quem quer praticar snorkel e ao chegar na Hong Island o tempo é muito curto para aproveitar tudo o que a ilha oferece, mesmo assim o passeio valeu super a pena.

Hong em tailandês significa quarto e esta "Ilha Quarto" não é nada mal.

Hong em tailandês significa quarto e esta “Ilha Quarto” não é nada mal.

Lagoa com a maré baixa.

Lagoa com a maré baixa.

IMG_4514

No segundo dia fiz o passeio à Railay Beach que fica a 15 minutos de Ao Nang, porém o acesso se faz somente com os barcos (bilhete de ida e volta custa 200 Bath por pessoa e os barcos em o percurso das 08:00 às 18:00hs). Ao descer em Railay West há uma praia muito bonita com alguns barquinhos e uma rua repleta de barzinhos e mercados, no entanto não é ali o melhor lugar para ficar, basta caminhar um pouco mais até chegar a Railay East onde só tem mangue e virar à esquerda para encontrar lindas cavernas e paredões de pedra onde o pessoal se diverte praticando rapel, escaladas e a trilha (muito ingrime) para chegar até a lagoa secreta.

Chegada em Railay West

Chegada dos barcos de Ao Nang em Railay West

O mangue de Railay East

O mangue de Railay East

Paredões perfeitos para praticar rapel e escaladas em Railay Beach.

Paredões perfeitos para praticar rapel e escaladas em Railay Beach.

Seguindo em frente pela trilha das cavernas dá para chegar na praia de Phranang onde fica a caverna homônima e suas hilárias oferendas. Na caverna de Phra Nang (princesa mística do mar) diz a lenda que os pescadores deixam suas oferendas antes de ir para o mar para ter sucesso na pescaria e proteção contra os perigos, mas o curioso é que a caverna está repleta de uma imensa coleção de objetos fálicos esculpidos em madeira que mais parecem oferendas da fertilidade.

Caverna de Phra Nang

Caverna de Phra Nang

Além desta famosa caverna mística e os macacos que de vez em quando dão o ar da graça, a praia de Phranang é lindíssima com suas águas quentinhas, sombra das árvores o dia todo, passeios de caiaque, barquinhos que vendem comidas e sucos deliciosos, massagens relaxantes com vista para o mar e uma paisagem deslumbrante.

Os barcos atracam em Phranang e vendem deliciosos pratos e sucos.

Os barcos atracam em Phranang e vendem deliciosos pratos e sucos.

Kung e suas mãos de fada em: a melhor massagem da Tailândia.

Kung e suas mãos de fada em: a melhor massagem da Tailândia.

Na praia de Phranang fica também o Hotel Rayavadee, o único com vista exclusiva da praia que dispõe também de um restaurante chamado  Il Grotto dentro da caverna com vista para o maravilhoso pôr-do-sol da praia.

Restaurante Il Grotto ao fundo.

Restaurante Il Grotto ao fundo.

Restaurante Il Grotto

Restaurante Il Grotto

Agora sem sombra de dúvidas o passeio mais lindo que fiz em Krabi foi o das 4 ilhas: Phranang Beach, Tup Island, Poda Island e Chicken Island (400 Bath com almoço incluso).

A primeira parada foi na Chicken Island (ilha da galinha) que está localizada a poucos minutos de Ao Nang e é nada mais nada menos que uma formação rochosa em formato de uma galinha, daí a origem do seu nome. O barquinho passa pela ilha para que todos possam tirar fotos e praticar snorkel e depois segue para a Tup Island e Poda Island, as quais sem sombra de dúvidas merecem a visita e podem ser consideradas dois paraísos terrestres.

Chicken Island

Chicken Island

A Tup Island é bem pequena e tem duas faixas de areia que a conectam com outras duas praias menores onde é possível nadar com peixinhos coloridos ou simplesmente ficar andando de uma praia para a outra quando a maré está baixa. Por não ser uma das mais famosas da região, a Tup Island é super tranquila e não tem muitas pessoas, o que é perfeito para quem quer paz e sossego em contato com a sua natureza exuberante.

Tup Island

Tup Island

Águas cristalinas e super convidativas em Tup  Island.

Águas cristalinas e super convidativas em Tup Island.

Como não se encantar com essa paisagem e nadar com os peixinhos (Tup Island)

Como não se encantar com essa paisagem e nadar com os peixinhos (Tup Island)

Depois de se encantar com os peixinhos e as belezas da Tup Island o passeio segue para Poda Island que é uma área de preservação natural e possui uma faixa de areia maior e uma infraestrutura com lanchonete e banheiros. Ali também a beleza natural dá o seu espetáculo e os peixinhos coloridos mais uma vez fazem a festa dos banhistas que aproveitam a parada para almoçar e depois seguem para um outro ponto da ilha onde é possível praticar snorkel.

Eu fiquei tão encantada com a ilha que acabei pedindo ao guia da excursão para me deixar ali enquanto os demais seguiam para o snorkel e ele gentilmente voltou uma hora mais tarde para me buscar. Enquanto isso tive a oportunidade de presenciar uma cena bem curiosa com um casal que colocou uma coxa de frango na água e foi cercado imediatamente por milhares de peixinhos que em poucos minutos devoraram toda a carne como verdadeiras piranhas do mar (infelizmente não pude fotografar porque estava dentro da água sem a câmera fotográfica).

IMG_4559

Praticantes de escalada nas rochas próximas a Poda Island.

Praticantes de escalada nas rochas próximas a Poda Island.

O passeio das 4 ilhas termina na praia de Phranang, a qual havia conhecido no primeiro dia em Krabi, mesmo assim tive o maior prazer em retornar e aproveitar o restinho da tarde para relaxar e me despedir da vendedora do barquinho de petiscos que era simplesmente a síntese da simpatia do povo tailandês.

A simpatia da vendedora de petiscos em Phranang.

A simpática vendedora de petiscos em Phranang.

Praia de Phranang vista de dentro das cavernas.

Praia de Phranang vista de dentro das cavernas.

E para quem não quer fazer o passeio das 4 ilhas e prefere passar o dia em uma única ilha (Tup Ou Poda) pode ainda pegar o barco (longtail) na praia de Ao Nang e escolher uma das duas por 300 Bath ida e volta. Já para Phranang os barcos saem diariamente das 08:00 às 18:00 e custa 200 Bath por pessoa ida e volta.

Obs. como referência US$ 1 = 32 Bath

Próxima parada: Phi Phi Island

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

2 Respostas para “Krabi e as mais lindas ilhas do sul da Tailândia

  1. Pingback: Os dias mais lindos e inesquecíveis em Chiang Mai na Tailândia | VIAGENS PELO MUNDO·

  2. Pingback: O que leva uma pessoa a ir pra Ásia?! | VIAGENS PELO MUNDO·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s