Um pedacinho do céu em Ilhagrande


Dizer que este destino é um paraíso pode parecer um clichê, mas dependendo da visão de cada um pode não ser tanto exagero assim. Em meio a uma paisagem de mata atlântica, cercada pela natureza e pelas praias espetaculares encontra-se Ilhagrande, no estado do Rio de Janeiro.

Até poucos anos atrás a atividade turística na ilha era privilégio de poucos, um tanto devido a presença do hoje extinto presídio Candido Mendes, amaldiçoado  pela comunidade na época por ter sido o ninho onde nasceu o grupo criminoso Comando Vermelho, mas que ao mesmo tempo também contribuiu para a preservação da ilha que hoje faz parte do Parque Estadual de Ilhagrande que conta com diversas trilhas e projetos de sustentabilidade para proteger a fauna e a flora local.

A visita a Ilhagrande já começa com uma aventura, pois como não são permitidos veículos automotores na Ilha, a única forma de se chegar até ela é através das barcas que fazem a travessia a partir de Angra dos Reis e Mangaratiba.

Como o turismo ainda é recente na ilha, não espere encontrar redes bancarias, caixas eletrônicos, hotéis de luxo e grandes infra-estruturas pelo local, pois ali impera a natureza e o turismo pé no chão é o grande atrativo para quem visita a região. O centrinho da Ilha fica na vila de Abraão onde ha pousadas,pequenos supermercados, farmácias, restaurantes, correio, hospital, o píer de embarque para as barcas e o buchicho da Ilha durante os meses de alta temporada quando turistas do mundo inteiro aportam por aquelas bandas em busca do melhor que a natureza tem para oferecer.

Estive algumas vezes na Ilha e pela minha experiência recomendo a trilha que sai da vila de Abraão passa pelo Poção e sobe pela montanha até a Cachoeira da Feiticeira, com seus 15 metros de altura. Digamos que a subida de quase uma hora de caminhada é bem cansativa mas pelo caminho você vai encontrar uma natureza selvagem encantadora e como recompensa no final da trilha vai poder relaxar nas quedas da cachoeira ou em um dos córregos pelo meio do caminho, onde peixinhos inocentes mordiscam seus pés em um mega SPA natural da floresta.

Depois de relaxar nas quedas da pra descer ate a Praia quase deserta da Feiticeira e se esbaldar nas suas águas cristalinas. Quando fiz esta trilha tive a sorte de encontrar um grupo de turistas israelenses que estavam a espera do barco na Praia da Feiticeira e consegui uma carona para voltar senão teria que fazer todo o percurso a pé novamente, por isso recomendo sempre entrar de acordo com um barqueiro na vila para que ele vá te buscar na praia no fim do dia, pois apesar de ser muito bom andar pela mata o trecho é bastante longo e cansativo, além disso levar muita água e comida, pois ali não ha absolutamente nada para comprar.

Agora se você é daqueles que gosta de praia com faixa extensa de areia fina, vai se encantar com a beleza e a tranqüilidade de uma das praias mais lindas da Ilha: a praia de Lopes Mendes  que é acessível por trilha (cerca de 2 horas da Vila de Abraão) ou de barco.

Outro passeio imperdível é o de escuna para a praia Saco do Céu, assim chamada por ser um espelho natural das estrelas em noites de céu enluarado. Dali pode-se avistar o Pico da Pedra d’água com seus 1.037 metros de altitude, além da Igreja de São Cosme e Damião e uma colônia de pescadores.

Ao longo da ilha existem cerca de 82 praias de diferentes tipos  e características em  recantos de harmonia e tranqüilidade em meio a Mata Atlântica, o que faz jus a esta foto que mais parece uma publicidade despretensiosa das cadeiras a espera dos próximos privilegiados que terão a honra de aproveitar as férias neste paraíso natural.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

6 Respostas para “Um pedacinho do céu em Ilhagrande

  1. Tenho casa em mangaratiba ja fui muito na Ilha grande, gosto de ir sufar em Lopez Mendez, pra mim é uma das melhores praias para diversão e tbm é muito bonita e zen, mas nada se compara a beleza da Lagoa Azul e Saco do céu

  2. Fui uma vez e fiquei em araçatiba. Linda demais a ilha. Fiquei 12 dias e até hoje ( faz 15 anos) quero voltar lá para nadar de novo naquela lagoa azul e curtir a natureza.

    • Acredito que aqui no Brasil temos muitos lugares como este que podem ser considerados pedacinhos do paraiso, porem muitas vezes as pessoas acabam buscando no exterior aquilo que talvez esteja no quintal de casa. Ilhagrande merece uma visita e certamente não há quem não se encante com suas belezas e sua natureza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s