Vinhos e Fados à beira do Douro no Porto


A companhia Tap tem investido bastante na promoção do destino Portugal para seus clientes, oferecendo a possibilidade de fazer uma parada gratuita em Lisboa ou Porto em voos de longa distancia para a Europa. E foi para aproveitar esta promoção que o cantinho da viagem deu um pulinho no Porto para provar na fonte o famoso vinho e ainda de quebra assistir um espetáculo de fado e passar momentos agradáveis à beira do rio Douro.

Depois de um breve atraso no voo devido a uma falha no sistema de controle aéreo e mais de uma hora na fila para pegar um táxi no aeroporto, o centro da cidade despontava diante dos meus olhos com um quê de familiar, já que a arquitetura do Porto lembra muito várias cidades litorâneas aqui do Brasil. Digamos que caminhar pelas ladeiras do Porto é descobrir uma cidade que ainda vive seu passado de maneira tradicional conservando em cada detalhe a história de um passado glorioso de grandes navegadores além-mar e aquela beleza singular de seus azulejos em tons azuis.

IMG_4660

Igreja das Almas e sua fachada de azulejos, Porto, Portugal.

Logo ao amanhecer fui logo visitar a Igreja dos Clérigos em estilo barroco que desponta bem no alto de uma colina com sua torre de vista panorâmica da cidade (entrada 9 euros), ao lado dela fica a Universidade do Porto e a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, que serve a iguaria recheada com queijo de ovelha acompanhada de uma taça de vinho do porto.

IMG_4626

De hora em hora o sino da igreja toca para lembrar-nos que a gula é um pecado capital e que é preciso seguir o caminho, mas não sem antes conhecer a Casa Oriental com suas conservas datadas desde 1910. Ali podemos encontrar a latinha com o ano do nosso nascimento e descobrir quais fatos interessantes ocorreram na época, além é claro de saborear o conteúdo delicioso composto de sardinhas e patês deliciosos (preços a partir de 7 euros).

IMG_4629

IMG_4627

Sardinhas datadas na Casa Oriental, Porto, Portugal.

O passeio continua até a Igreja do Carmo e a sua intrigante casa escondida que a separa da Igreja dos Leigos. Ao olhar de fora parece uma única igreja mas na época a lei não permitia que duas igrejas fossem construídas juntas por isso a casa foi construída no meio das duas igrejas com uma largura muito pequena, por isso talvez seja essa uma das casas mais estreitas já vistas por estas bandas (entrada na casa 2,5 euros).

IMG_4638

A porta logo abaixo das duas pequenas janelas brancas no meio das igrejas indica a entrada da Casa Escondida, Porto, Portugal.

Depois de visitar as igrejas e se fartar de bolinho de bacalhau desci novamente a ladeira e dei de cara com uma fila gigante que já denunciava: estava diante da Livraria Lello e Irmão, considerada a segunda mais linda do mundo (primeira fica em Buenos Aires e a segunda na Holanda) localizada em um edifício neo-gótico. A entrada na livraria tem um custo e o valor é revertido em compras, mas para os apaixonados pela leitura a visita é obrigatória simplesmente pela sua beleza arquitetônica e, além disso para os fãs de Harry Poter reza a lenda que a autora do livro J. K. Rowling frequentou a livraria quando morou no Porto e inspirou-se nela para criar a livraria Floreios e Borrões onde Harry Poter comprava seus livros para usar em Hogwarts.

IMG_4640

E já que o clima estava para aprendizado, desci a ladeira, subi outra colina, visitei a Catedral da Sé e sua imponente arquitetura e ao descer suas escadarias dei de cara com a Casa da Mariquinhas, a mais antiga casa de Fado do Porto que desde 1968 funciona como restaurante com diversas especialidades aberto à partir das 20:00hs. A tarde mal caia e fui parar na Ribeira nas margens do Rio Douro com seus vários restaurantes e uma vista lindíssima dos barcos que fazem passeios pelo rio.

IMG_4665

Catedral da Sé, Porto, Portugal.

O clima estava agradável e propício para caminhar ao longo do rio e por isso atravessei a Ponte Luis I, projetada pelo engenheiro Teofilo Seyring (o mesmo que projetou a Torre Eiffel em Paris) e fui até Gaia conhecer as famosas Cavas de Vinho do Porto. Para visitar uma delas há passeios de hora em hora em diversos idiomas com direito a degustação da bebida (preços entre 5-12 euros). Dentre as mais famosas cavas está a Cava Ramos Pinto e a Casa Porto Cruz, a segunda tem como símbolo uma mulher vestida de negro com o slogan: o país onde o negro é cor em alusão ao vinho do porto.

IMG_4679

Vista da Ponte Luis I, Porto, Portugal.

IMG_4657

Mulher de Negro, símbolo da Cava Porto Cruz, Porto, Portugal.

Ao entrar nas cavas podemos aprender um pouco sobre a produção dos vinhos, além é claro de degusta-los com a experiência adquirida sabendo diferenciar um Rubi (escuro, intenso, encorpado e envelhecido cerca de 2-3 anos), um Tawny (mais claro e com aroma mais amadeirado) e um Branco (jovem frutado feito de uvas brancas e envelhecido de 2-3 anos).

E depois desta extravagancia enológica era o momento de provar a tradicional Francesinha, uma cópia mais bem elaborada do sanduíche croque-monsieur francês onde duas fatias de pão são incrementadas com bife, ovos, queijo, molhos generosos e assados no forno a lenha.

IMG_4656

Francesinha no forno a lenha do Restaurante Sancho Panza em Gaia, Porto, Portugal.

Antes de atravessar a ponte de volta para a Ribeira ainda dei uma passadinha no painel de Bordalo II, um artista lisboeta que está despontando internacionalmente com suas esculturas feitas com restos de lixo garimpados em aterros e lugares públicos. A escultura do coelho em um esquina ao lado da Cava ramos Pinto nos dá uma ideia da genialidade do artista que recria animais metade coloridos e metade preto e branco para conscientizar os que ali passam da importância em reciclar e proteger o meio ambiente.

IMG_4658

O coelho, escultura de Bordalo II, Gaia, Porto, Portugal.

Ao cair da noite nada mais justo que assistir a um espetáculo de fado em uma das cavas ou ir diretamente à Casa do Fado em frente ao Monumento ao Infante e chorar as pitangas ao som de um dos mais sentimentais sons do país. O fado nasceu em Lisboa às margens do Tejo e contava a história e lamúrias cotidianas dos pescadores e pessoas simples que viviam na cidade. Assim como vários outros ritmos famosos no mundo, o Fado nasceu nas áreas mais pobres e depois de muitos anos caiu no gosto do público e transformou-se em um dos patrimônios nacionais de Portugal. Em um espetáculo, geralmente há dois músicos tocando uma guitarra espanhola, uma portuguesa e uma cantora com uma voz eloquente capaz de arrancar suspiros e lágrimas até mesmo dos mais fortes e brutos.

guitarra

Detalhe de uma guitarra portuguesa de Coimbra, repare que na cabeça há uma gota que  lembra as lágrimas do Fado.

E foi assim aos prantos do Fado que nos despedimos do Porto rumo ao Brasil, não como marinheiros de primeira viagem mas como viajantes profissionais com muita saudade de casa.

Onde ficar: uma ótima dica para quem quer ficar a poucos minutos dos principais atrativos do porto sem gastar muito é o Residencial Santo Andre que fica ao lado da Igreja Santo Ildefonso (20 minutos do aeroporto – 25 euros de táxi).

Onde comer: não deixe de provar os bolinhos de bacalhau da Casa Portuguesa do Bolinho de Bacalhau, a francesinha no Restaurante Sancho Panza em Gaia e um maravilhoso prato de frutos do mar na Ribeira com vista para o rio Douro no Restaurante Fish Fixi.

O que fazer: não deixe de visitar uma cava de vinho do porto em Gaia e assista a um espetáculo de Fado na Casa do Fado em frente ao Monumento do Infante ou na Casa da Mariquinhas, a mais antiga da cidade localizada logo abaixo das escadarias da Igreja da Sé.

E se você quiser conhecer a cidade do Porto aproveite e confira os pacotes promocionais aqui.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta o nosso Instagram e Facebook e compartilhe a ideia com seus amigos!

Vai viajar? Então não esqueça de fazer o seu seguro de viagem e ganhar 5% de desconto com o cupom de desconto do cantinho da viagem. Basta acessar aqui e antes de finalizar a compra inserir o código CANTINHODEVIAGEM.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s