O charme e os festivais de Cannes


Muito antes da descoberta de Cannes pelos milionários e bem sucedidos visitantes, a cidade era apenas um pequeno vilarejo de pescadores concentrados na colina de Suquet que fica justo atrás do porto. Ali, em torno a ruas labirínticas, sinuosas e suas escadarias, sobrevive ainda nos dias de hoje o folclore popular dos pescadores e os diversos bares, restaurantes e lojinhas de supérfluos, sendo uma das primeiras opções de visita para entender a atmosfera e o estilo de vida local.

No topo da colina de Suquet encontra-se ainda o Museu do Claustro do Séc. XI que foi a base dos monges Lacrins e hoje abriga uma coleção eclética que vai desde arqueo-material, instrumentos musicais e artefatos étnicos e artísticos dos cinco continentes (de Novembro a Março a entrada é gratuita no primeiro Domingo do mês e a vista do topo da torre é maravilhosa).

cannes

A cidade, apesar de pequena, por si só já é um grande atrativo e é conhecida no mundo inteiro pela beleza de sua praia (La Croisette) onde famílias, jovens super bronzeados e grandes celebridades desfilam pelas suas calçadas a beira mar (Promenade La Croisette), e pelo famoso Palácio de Festivais que é o grande palco do tapete vermelho do cinema internacional. O Palácio, além de sua fama no festival, tem uma arquitetura eloquente que lembra uma estação de energia nuclear e abriga em um dos seus lados a calçada da fama onde diversas celebridades deixaram marcadas no pavimento a impressão de suas mãos.

IMG_2189

palacio

Outro atrativo de grande renome em Cannes é o Grand Palace Hotel e sua vista mar, o qual encantou elites por várias gerações e o moderno Palácio Stephanie (atual Hotel JW Marriott) que foi o palco do Festival de Cannes por quarenta anos.

Nos arredores de Cannes, mais precisamente na Ilha de Santa Marguerite, encontra-se o Forte Royal, o qual foi utilizado com prisão e tornou-se notável pela história do Homem da Máscara de Ferro. Segundo a lenda, o homem permaneceu no Forte por 10 anos desde 1687 e ninguém sabe dizer ao certo quem ele era. Alguns acreditam que poderia ser o irmão de Luis XIV ou o filho bastardo de Luis XIV com uma serva negra. Seja qual for a verdade, a cela da máscara foi preservada, assim como aquelas dos pastores protestantes aprisionados pela sua fé durante o período das guerras religiosas francesa.

O melhor de Cannes…

Festival de Cinema de Cannes: a cidade se desenvolveu a partir da realização do festival e não é a toa que este é o evento chave que reúne diversas celebridades e o glamour que se difunde durante todo o ano pela cidade. Vale lembrar que durante a realização do festival (Maio) a cidade fica abarrotada de turistas, os preços aumentam absurdamente e os hotéis costumam lotar meses antes do evento.

Plages Electoniques: os fãs de música eletrônica deliram com as festas eletrônicas promovidas nas praias de Cannes nos meses de verão, as quais contam com a presença de diversos artistas do cenário internacional que embalam as noitadas nos meses de verão.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

Uma resposta para “O charme e os festivais de Cannes

  1. Pingback: O verão europeu e os seus campos de Lavanda | Cantinho da Viagem·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s