Febre de viagem


Sinceramente não lembro bem ao certo o momento exato em que fui infectada por esta febre altamente contagiosa, mas pelo que consigo lembrar foi por volta dos 15 anos quando a turma do colegial resolveu organizar uma viagem ao Parque Beto Carrero em Santa Catarina, com direito a uma paradinha estratégica em Curitiba.

Desde então venho sofrendo surtos cada vez mais intensos desta doença que eu descreveria da seguinte maneira:

UMA CONDIÇÃO ANORMAL DA MENTE E DO CORPO, CARACTERIZADA PELO AUMENTO DA TEMPERATURA, COMPULSÃO EM DESLOCAR-SE DE UM LUGAR A OUTRO DE CARRO, TREM, AVIÃO, BICICLETA OU NAVIO; CONHECER O MUNDO; FUGIR; VIAJAR POR PRAZER.

Gostaria de saber se as pessoas que se contagiaram com esta doença lembram-se do exato momento em que isso aconteceu e o porque a partir de então passaram o resto de suas vidas planejando e pagando os financiamentos e contas da próxima viagem.

Ao procurar a medicina tradicional fui alertada que o meu caso PODE SER DETECTADO POR DEIXAR O PACIENTE COM COMPORTAMENTOS IRRACIONAIS, GERALMENTE DEIXANDO A SEGURANÇA E O CONFORTO DO LAR COM UMA UNICA E PEQUENA MALA E POUCO DINHEIRO NO BOLSO PARA SOBREVIVER.

Vou confessar que já tentei diversos tratamentos alternativos e até coquetéis de remédios, mas nem mesmo as mais avançadas técnicas da medicina conseguiram curar o meu vicio febril pelas viagens.

Há fases em que as crises são mais brandas e consigo viver normalmente no meu habitat natural, mas de repente as rodinhas da mala começam a girar, os mapas saltam das gavetas, as mãos irrequietas começam a digitar nomes de países nos sites de busca e eis que uma promoção surge no meio do caminho, ai vem a crise de abstinência e a febre volta com força total. Neste momento as terapias de grupo já não surtem efeito e a melhor saída é torrar as milhas e cair no mundo como uma nômade em busca de novos horizontes, culturas, sabores e emoções.

Gostaria de verdade de conhecer pessoas que conseguiram se livrar definitivamente desta doença para que possam me ajudar a sair dessa, por isso se você conhece alguém ou já passou por isso me escreva…mas não tenha muita pressa porque neste momento eu estou planejando minha próxima viagem…. 🙂

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

2 Respostas para “Febre de viagem

  1. Claudinha, infelizmente não posso te ajudar com a cura. Mas se estiver procurando companhia para a próxima viagem pode contar comigo! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s