Vamos trocar de casa nas férias?


Cansado (a) da rotina e com vontade de mudar por alguns dias? Já pensou em trocar sua casa com uma outra família e ter uma nova experiência de vida durante as suas férias?

Pois é esta a proposta do site  troca de casa, uma rede de pessoas do mundo inteiro que aceita a proposta de mudar de residência por alguns dias economizando em hotéis e aproveitando o destino como um verdadeiro morador local.

A ideia até inspirou o filme “The Holiday” – O amor não tira férias, de Nancy Mayers – uma comédia romântica protagonizada por Cameron Diaz e Kate Winslet, os quais utilizam este tipo de serviço para mudarem as suas vidas enquanto trocam de casas entre Los Angeles e Inglaterra.

O amor não tira férias

Para tornar-se um membro é necessário ter uma casa, obviamente, e pagar a taxa de 2,95 euros ao mês para associar-se. Depois disso publicar seus anúncios com as datas disponíveis para a troca da casa e procurar por pessoas de outros destinos que estejam interessadas em fazer o mesmo naquele período.

Segundo os depoimentos dos membros do clube esta é uma experiência recompensadora e vale muito a pena. Agora se  você ficou curioso em conhecer estas casas ai vão algumas fotos. Habilita-se?

Brasil

Japão

Já para aqueles que acham esse tipo de coisa um tanto quanto perigoso, o filme  “Switch” – Identidade Trocada de Frederic Schoendoerffer – relata os perigos que porventura esse tipo de troca pode trazer.

No filme, Sophie, que mora em Montreal, cadastra-se em um site de troca de casas. Ela decide passar umas férias em Paris e troca de residência com Bénédicte, uma completa desconhecida. Sophie não sabia que estava cometendo o maior erro de sua vida. Um dia depois de sua chegada, ela é surpreendida pela invasão de policiais em sua “nova” e temporária casa, onde um homem decapitado foi encontrado. Acusada de ser a assassina, Sophie passa a ser confundida com a verdadeira proprietária do lugar e coloca em risco sua própria vida para provar quem é, de verdade.

Ficção a parte, não ha nada melhor que o bom senso e o contato com pessoas que ja participaram deste tipo de experiência para agir da maneira correta e evitar problemas.

Eu particularmente nunca troquei minha casa, mas já hospedei diversas pessoas através do Hospitality Club, um clube de hospitalidade onde pessoas do mundo todo podem pedir para ficar na sua casa, ou simplesmente dicas do que fazer na sua cidade, e posso afirmar que nunca tive nenhum problema, melhor, fiz várias amizades e sempre me diverti muito com meus hóspedes.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s