Um pulinho em Montevidéu!


Esta semana estive em Montevidéu, a capital do Uruguai, uma cidade que consegue unir o antigo, o moderno, a tranqüilidade e o frescor da brisa do Rio de la Plata em suas praias e ruas centenárias.  A origem do nome, segundo alguns historiadores, provêm do navegador português Magalhães que ao chegar a esta região avistou um Morro e escreveu em seu diário de viagem: “Monte Vide Eu”.

A cidade que foi uma fortificação militar de 1724 a 1726 possui hoje cerca de 1 milhão de habitantes, os quais tem o privilégio de viver em uma das capitais com maior qualidade de vida no mundo. Nada mais justo para uma cidade tranquila, repleta de história, paisagens e cultura.

Na região central é possivel fazer um passeio pelas ruas e praças cercadas pelo Rio de la Prata, avistar a Torre das Comunicações, um prédio que de longe faz lembrar o Burj Al Arab, de Dubai, em formato de uma vela náutica, além da possibilidade de visitar diversos museus e saborear os melhores pratos a base do produto típico do país: as deliciosas carnes e o tradicional Chivito, um mega sanduíche recheado com generosos bifes de carne assada.

 

Neste quesito o Uruguai merece um parêntesis, pois a carne produzida no país possui certificado internacional de produto orgânico, ou seja, nos extensos campos cobertos por pastagens verdinhas, circulam tranquilamente vaquinhas e boizinhos a saborear o melhor do cardápio vegetariano e, como resultado da falta de estresse e pressa em aumentar o seu peso, produzem uma carne de qualidade superior, o que atrai investidores de muitas partes do mundo que investem na compra de terras para a produção desta iguaria tão apreciada mundialmente e de grande rentabilidade. Ao passar por uma banca de jornais tive a oportunidade de comprovar que até mesmo o governo uruguaio está um tanto preocupado com essa prática e esta limitando a venda de propriedades para não uruguaios, na ânsia de freiar o latifúndio nas mãos dos estrangeiros.

Falando em economia e negócios, outro atrativo que vale a pena conhecer é o Palácio do Governo, construído em estilo Neoclássico, recoberto em mármore nacional e cercado por um belo jardim que abriga diversas estátuas em homenagem ao povo uruguaio vai além de sua figura turística, pois ali concentram-se os políticos e as decisões que norteiam os 19 estados do país.

Os uruguaios, assim como a grande parte da humanidade, são apaixonados por futebol e, para os amantes deste esporte não há nada mais particular do que uma visita ao famoso Estádio Centenário, que em 1930 foi sede da Copa do Mundo, ano em que o país comemorava o centenário da sua república. Ali encontram-se fotos, filmes e algumas relíquias da época como as camisetas usadas pelos jogadores Pelé, Vavá e Maradona na ocasião.

Percorrendo os arredores da capital também é possível encontrar bairros como Punta Gorda onde estão as residências mais cobiçadas da cidade, construídas em estilo arquitetônico europeu, com seus jardins bem cuidados, suas ruas calmas e seu ar de cidade do interior.

Já o Bairro de Pocitos é um dos mais renomados por abrigar os grandes arranhas céus de frente para o Rio de la Plata e por sua famosa Rambla onde acontecem grandes eventos e as principais comemorações nacionais.

A cidade também oferece várias opções para quem gosta de compras, além das praças e museus como: o Museu do Carnaval, Museu de Arte Pré-Colombiana e Indígena, o Museu Histórico Nacional, sem contar com a beleza da Catedral Metropolitana em estilo Neoclássico espanhol e o famoso monumento La Carreta, uma escultura de bronze e granito de um carro puxado por três parelhas de bois. Inaugurado em 1934 por Jose Belloni, que espalhou várias de suas criações por outros espaços públicos de Montevidéu, o monumento homenageia o principal meio de transporte dos trabalhadores rurais que colonizaram o interior do Uruguai.

E se ainda não bastasse, a cidade tem um cassino para aqueles que querem tentar a sorte e está localizada a menos de 200 Km do famoso balneário de Punta del Este. Certamente o país vizinho pode ser uma boa pedida para o seu próximo final de semana.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

3 Respostas para “Um pulinho em Montevidéu!

  1. Pingback: Grand Tour da Jovem Nobreza « VIAGENS PELO MUNDO·

  2. Visitei Montevideo neste fim de semana e o que vi e escutei dos moradores foi bem ao contrario. A cidade esta muito perigosa, nao existe policiamento nas ruas e os assaltos aos turistas tem aumentado consideravelmente. Tudo tem girado em torno de propinas inclusive para se pegar um taxi, o hotel chama o taxi e o taxista tem que pagar propina para o hotel ou para seus funcionários sei lá, mas tudo isso eu vi e muitas coisas me foi relatado por moradores e visitantes.

  3. Olá Gilberto, visitei Montevideu há mais de um ano e na época a situação econômica e social do país estava bem melhor que na atualidade. Realmente na última semana verificamos que até mesma a companhia aérea nacional do país a Pluna deixou milhares de clientes na mão depois de anunciar sua bancarrota. Infelizmente o mundo todo esta mudando e até mesmo os lugares que antes pareciam seguros estão sofrendo com a crise internacional e consequentemente o aumento da insegurança. Agradeço por sua opinião e esperamos que o país vizinho possa se reestabelecer deste problema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s