Uma visita à casa do astro do Reggae


Nos últimos meses de aventuras e andanças, mais um cantinho deste mundo foi explorado. E desta vez o destino foi para a Jamaica, uma ilha no Mar do Caribe muito pouco visitada pelos brasileiros, mas famosa mundialmente por ter sido o berço da lenda do reggae, o cantor Bob Marley.

A capital da Jamaica é Kingston e lá encontra-se uma das casas onde viveu o cantor e que hoje abriga um museu com uma coletânea de objetos do artista. No entanto a visita mais concorrida é certamente à Nine Mile, a pequena vila situada em Saint Ann a cerca de 1h30 de Ocho Rios onde em 6 de fevereiro de 1945 nasceu Bob Marley, filho de Norval Marley, um militar branco, capitão do exército inglês e Cedera Booker, uma adolescente negra vinda do norte do país. A família de Bob Marley viveu em Nine Mile até 1955 quando o seu pai faleceu e a mãe casou-se novamente e mudou-se para Trenchtown, a maior e mais miserável favela de Kingston onde Bob Marley era provocado e rejeitado pelos negros locais por ser mulato e baixinho.

Embora tenha tido uma vida um tanto difícil, a música sempre fez parte do seu cotidiano e ainda jovem em Trenchtown improvisava guitarras feitas com latas para acompanhar os sucessos ouvidos na radio naquela época com seu amigo Bunny.

Os anos se passaram e depois de uma breve passagem pelos Estados Unidos, em 1966 regressou à Kingston e começou a aprofundar-se cada vez mais no espírito e cultura rastafari que estava emergindo no país e um ano mais tarde suas músicas já carregavam temas sociais e espirituais, o que se tornou sua marca registrada e seu maior legado.

Com uma vida bastante curta, Bob Marley fez seu último show em 1980 quando o mundo recebeu a notícia de que ele estava com um cancer maligno na unha do dedão do pé. Apesar dos conselhos médicos para amputar o dedo, Bob Marley recusou-se a faze-lo devido à sua filosofia rastafari onde o corpo é o nosso templo e ninguém pode modificá-lo (motivo pelo qual os rastas deixam crescer a barba e os dreadlocks)

E foi em decorrência desta doença que os fãs se despediram do ídolo em maio de 1981 quando ele tinha apenas 36 anos de idade e ao som de suas canções repletas de boas energias e a filosofia do “não se preocupe que tudo vai ficar bem” o mundo seguiu ouvindo e propagando o seu reggae.

Ao visitar Nine Miles, o passeio nos leva ao topo do Monte Zion antigo local de meditação de Bob Marley e o The Pillow (mencionado na canção “Talking Blues“) por um caminho de estradas mega estreitas onde carros passam razantes à beira de precipícios que serpenteiam a colina. Sempre ao som do bom reggae de Bob Marley, os motoristas alegres e digamos, bom de braço ao volante, conduzem vários grupos de visitantes que são recebidos no portão da Casa de Bob Marley onde os guias rastafaris dão as boas vindas com um sorrisão e explicam um pouco da filosofia rastafari e sobre a erva medicinal milenar usada por eles, não para diversão ou prazer, mas sim para limpeza e purificação em rituais controlados: a maconha (cannabis).

20171120_125823-1029537311.jpg

Entrada de Nine Miles

20171120_132436131291669.jpg

Guia Rasta com grupo de visitantes

20171120_1304591227927213.jpg

Bar com bebidas típicas jamaicanas dentro da casa de Bob Marley.

Para os visitantes que desejam adquirir a erva para o consumo, o guia os leva para o portão da entrada onde o comércio informal rola solto e depois o grupo se junta com os demais abstemios para conhecer os aposentos da antiga casa onde nacseu o astro, além de uma pequena casa com uma cama de solteiro que supostamente inspirou Bob Marley na canção “Is this love” e o mausoléu onde está enterrado o astro Bob Marley, seu irmão Anthony Booker assassinado em 1990 em Miami depois de uma tentativa de assalto a mão armada e sua mãe que faleceu em 2008.

20171120_140215128663389.jpg

A casa onde Bob Marley viveu em Nine Miles

20171120_140128-1288495855.jpg

Dentro da casa a cama de solteiro “Single Bed” com objetos do astro.

Dentro da casa ainda é possível ouvir um grupo tocar as mais famosas canções do astro e saborear a deliciosa culinária local com pratos jamaicanos e o famoso frango ao molho barbecue (jerky chicken) no restaurante Nine Mile, além é claro de comprar algumas lembrancinhas com a marca registrada do astro do reggae. E se ainda sobrar um tempinho ainda dá para aproveitar o mar de Ocho Rios com suas águas quentes e azuis típicas do Mar do Caribe embalada ao som do reggae e da tradicional cerveja jamaicana Red Stripe.

red stripe

Cerveja Jamaicana Red Stripe

E se bateu a vontade de experimentar o frango jamaicano anota aí a receitinha básica…

Ingredientes: 1 cebolinha picada,  4 colheres (sopa) de suco de laranja, 1 colher (sopa) de gengibre fresco picado, 1 colher (sopa) de pimenta verde picado, 1 colher (sopa) de suco de limão, 1 colher (sopa) de molho de soja, 4 colheres (sopa) de suco de laranja, 1 colher (sopa) de gengibre fresco picado, 1 colher (sopa) de pimenta verde picado, 1 colher (sopa) de suco de limão, 1 colher (sopa) de molho de soja, 1 dente de alho, picado ou amassado, 1 colher (chá) de pimenta da Jamaica, 1 / 4 colher (chá) de canela em pó, 1 / 2 colher (chá) de cravo em pó, 1 frango inteiro cortado em pedaços. Modo de Preparo:Misture a cebolinha, o suco de laranja, o gengibre, a pimenta, o suco de limão, o molho de soja, o alho, a pimenta da Jamaica, a canela e o cravo. Adicione a galinha, e deixe marinar por 8 horas. Asse o frango na churrasqueira preaquecida em temperatura média. Ferva a marinada que sobrou por 2 a 3 minutos e jogue-a sobre o frango pronto.

jerk

Jerk Chicken Jamaicano

Como chegar: os passeios para Nine Miles saem da cidade de Ocho Rios, duram cerca de 8 horas e custam em torno de US$ 70 por pessoa (adulta) em carros privativos com ar condicionado.

Onde Hospedar-se: a melhor opção é ficar em Ocho Rios aproveitando as praias da ilha e fazer um bate e volta de um dia para visitar a Casa de Bob Marley.

Dicas de hotéis na Jamaica clique aqui.

Opções de Voos São Paulo-Jamaica clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s