Quem lê viaja!!! ou seria o contrário?


Quem lê viaja, mas quem viaja consegue ir além e, vivenciar, aprender e descobrir da sua própria maneira os costumes do local visitado. Os livros são ferramentas que instigam o ser humano a desvendar novos horizontes e abrem as portas para o conhecimento. Conhecimento este que muitas vezes pode transformar-se em obras primas que fazem sonhar e despertam a vontade de ver com os próprios olhos aquilo que um dia foi serviu de inspiração ao autor.

Depois de ler o livro “comer, rezar e amar” da autora Elizabeth Gilbert, que em uma linguagem simples e espontânea faz um convite a uma viagem de reflexão pela Itália, Índia e Indonésia, tive a impressão de voltar no tempo durante a minha primeira visita a Roma. Ao ler cada página, por alguns minutos, tive a sensação de respirar o ar do parque da Vila Borghese com sua vista espetacular dos principais pontos da cidade; passear sem rumo pela Piazza Navona entre as estátuas de Bernini; descansar em uma cama com vista para um teto antigo e desgastado de uma casa romana e saborear uma deliciosa pasta na companhia de amigos de diversas nacionalidades ao som das mais belas canções italianas. O livro que já era interessante ainda ganhou uma versão cinematográfica com a interpretação de Julia Roberts no papel principal e conseguiu cativar definitivamente os leitores.

E foi lembrando destes episódios de “comer, rezar e amar” que tive a ideia de compilar uma lista de alguns livros bem interessantes que vão aguçar o seu lado viajante, todos eles inclusive já serviram de inspiração para grandes produções cinematográficas:

1. SENHOR DO ANÉIS: encomendado como uma continuação de O HobbitJ. R. R. Tolkien o transformou em épico ao acompanhar a passagem de seu filho pela Segunda Guerra, refletindo nos escritos angústias paternais e conhecimentos de filólogo, teólogo, folclorista e ambientalista. Com 150 milhões de cópias, o livro – o volume único foi transformado em trilogia por critérios econômicos/editoriais – é o segundo best-seller mais vendido do mundo, e a base de uma mitologia de fantasia venerada, copiada e multiplicada desde a sua publicação, entre 1954 e 1955. A saga também virou um filme gravado na Nova Zelândia que pode ser  visitado em roteiros especiais de até 20 dias passando pelas ilhas do norte e do sul. Roteiro completo dos Senhor dos Anéis

senhor do aneis

2. Harry Potter: desempregada, divorciada e com uma filha para criar, J. K. Rowling viu liberdade no seu fracasso pessoal/profissional e começou a reconstruir sua vida adulta ao dar continuidade a um antigo sonho, uma ideia nascida ao acaso, em 1990, durante uma longa viagem de trem. Publicado em 1997, o primeiro livro da saga do menino bruxo mudou a vida de Rowling e a de milhares de jovens, que encontraram na fantasia um escape criativo e cresceram junto com o personagem-título. O mesmo aconteceu com os filmes A Pedra Filosofal e As Relíquias da Morte que tiveram muitas de suas cenas gravadas em Londres em locais que podem ser facilmente visitados ou  em passeios como o Warner Bros Studio Tour London que fica em Leavesden, a 20 minutos de trem do centro da cidade.

harry

3. Os Delírios de Consumo de Becky Bloom: o livro de Sophie Kinsella narra a história de Rebecca Bloom  que adora uma liquidação e não perde a oportunidade de usar seu cartão de crédito. Em meio a uma pilha de dívidas e cobranças, ela se torna jornalista financeira e conhece o homem dos seus sonhos. O filme ganhou as telonas em 2009 e as gravações rolaram em Nova York, o templo das compras para muitos turistas que visitam os Estados Unidos.

deliriosdeconsumodiv369

4. O diário de Anne Frank: os famosos diários de Anne Frank, que se transformaram em porta-voz contrário à intolerância étnica e registraram em detalhes o horror dos refugiados judeus escondidos na cidade de Amsterdam durante a Segunda Guerra. O texto foi inicialmente adaptado por Frances Goodrich e Albert Hackett para um drama na Broadway e, em seguida, serviu de fonte para uma meticulosa transcrição cinematográfica, indicado em oito categorias do Oscar, levou os prêmios de melhor fotografia e direção de arte. O Museu de Anne Frank pode ser visitado diariamente na cidade de Amsterdam.

anne

5. Anjos e Demônios: um romance policial do escritor Dan Brown que conta a primeira aventura do professor de simbologia Robert Langdon que depois de decifrar o código DaVinci foi chamado pelo Vaticano para investigar o misterioso desaparecimento de quatro cardeais. Langdon decifra charadas numa verdadeira corrida contra o tempo porque a sociedade secreta por trás do crime em andamento tem planos de explodir o Vaticano. O livro virou um filme protagonizado por Tom Hanks (professor Langdon) e hoje os visitantes que vão a Roma podem conhecer os seus passos em roteiros de meio dia que  englobam: a Igreja Santa Maria del Popolo, a Praça de São Pedro, a Igreja Santa Maria della Vittoria, a Piazza Navona, o Castelo de Santo Ângelo e a Igreja da Iluminação, com vista da passagem secreta que liga o Vaticano ao Castelo de Santo Ângelo.

anjos e dem

E você tem alguma dica de livro que tenha te inspirado a viajar? Compartilhe conosco a sua experiência.

Quer receber mais dicas de viagem?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @turisnews no Twitter.

Não seja egoísta, compartilhe com seus amigos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s