Cartilha para um Viajante mais Feliz!!!


Esta semana ao me deparar com as atividades rotineiras do turismo, tive a impressão de que, apesar de todo o meu esforço em fazer sempre o melhor em prol do bem comum das pessoas que saem do conforto de suas casas para empreender uma viagem, estou perdendo a cada dia o brilho no olhar e a energia que ha tempos vinham me acompanhando nesta minha profissão de turismóloga.

Vamos deixar de lado o fato de estar ha mais de 7 anos trabalhando a bordo de navios de cruzeiros, ou melhor dizendo, ilhas da fantasia onde tudo “parece” perfeito e onde pessoas normais procuram a fuga de suas realidads cotidianas para relaxar e aproveitar suas merecidas férias, e pensar no fator que move tudo isso: o turismo de massa.

Nos tempos mais remotos, as viagens eram consideradas um artigo de luxo e privilégio de poucos, porém ao longo dos anos o mercado cresceu, a concorrencia aumentou e a saida foi a massificacao como forma de garantir a lucratividade.

O mercado de turismo socializou as viagens mas esqueceu de preparar seus clientes para aproveitar as vantagens que uma viagem pode trazer para as suas vidas. Digo isso pensando nas milhares de familias que trabalham o ano inteiro esperando o dia da tao sonhada viagem paga em suadas parcelas e ao chegar ao destino descobrem que ha mais pessoas nas filas do restaurante e do check in do que nas tão temidas filas do seguro social e dos bancos. E o que dizer então daqueles desavisados que na empolgação do grupo de viagem do qual fazem parte acabam visitando um destino sem ter nenhuma noção da historia, da cultura e do significado daquilo que estão vendo e na ansia de aproveitar aquilo que não conhecem acabam enchendo as malas com artigos made in china nas feirinhas da vida?

Bem, estas são apenas algumas das milhares de constatações que ao longo do tempo me fizeram “perder o brilho” com relação ao que eu achava ser o verdadeiro significado do turismo: “Viagens realizadas, por prazer, a lugares que despertam interesse”.

Eu sonho com o dia em que as pessoas antes de viajar vão ler os guias de viagem, as dicas de outros viajantes e ao menos saber um pouco mais sobre a geografia e a história de um lugar antes de escolhe-lo como seu destino, pois desta forma ao chegar la não terão do que se lamentar se encontrarem uma cultura milenar com paladares e costumes estranhos ou uma multidão de pessoas bebendo litros de bebidas e aproveitando uma festa no seu melhor estilo. Deixo claro aos meus leitores que esta é apenas a minha opinião pessoal e que cada um tem sua maneira de querer aproveitar as suas férias, no entanto gostaria de deixar algumas dicas interessantes que podem ser de extrema importancia na sua próxima viagem:

Dica 1: Se você  é daqueles que não gosta de conviver com muitas pessoas ao seu redor e busca EXCLUSIVIDADE, “por favor” evite as viagens em grupo usando aquela camiseta e a bolsinha caracteristica da operadora de viagem em épocas de alta temporada.

Dica 2: Se você  gosta da vida caseira lavando roupas no tanque e pra isso usa seu modelito chinelinho de dedo, bermuda e camisa abada do ano anterior, “por favor” nao queira utilizar este modelo em sua viagem e principalmente numa noite de gala a bordo de um navio de cruzeiros.

Dica 3: A lingua portuguesa, apesar de ser falada por milhões de pessoas, ainda nao é um idioma global, por isso quando estiver viajando não pense que a humanidade tem obrigação de entender aquilo que voce quer, mas tenha o minimo de sensatez de aprender a ler mapas e placas indicativas, as quais são universais.

Dica 4: As filas servem para organizar os serviços e não para dar vazão aos sentimentos de inferioridade ou superioridade dos frustrados, portanto não se desespere ao entrar numa delas e perceber que não ha PRIORIDADE.

Dica 5: Todos são iguais perante a lei, e isso significa que as frases do tipo “eu to pagando” ou “eu sou advogado e vou te processar” não se aplicam para ganhar vantagem em uma viagem, pois os demais estão na mesma situação que a sua.

Dica 6: Educação não é questão de poder aquisitivo e sim de bom senso, por isso evite o “jeitinho brasileiro” de querer chamar a atenção e use a boa educação em sua próxima viagem.

Lembrando sempre que para ser um pais do futuro precisamos construir bases sólidas no presente…EDUCAÇÃO, CULTURA E LAZER são bases que todo ser humano precisa cultivar.

Anúncios

2 Respostas para “Cartilha para um Viajante mais Feliz!!!

  1. Adorei seu texto! Vou divulgar para que melhoremos o conhecimento de nossos turistas… bjussssss

  2. Claudia,

    Li seu post. Você está coberta de razão. É muito chato esbarrar em turista, de qualquer nacionalidade, que não sabe se comportar em um ambiente distinto do qual está acostumado.

    Quando esse tipo é brasileiro, ficamos envergonhados e fechamos a boca para que não nos identifiquem com a criatura “sem noção”.

    Eu não viajo sem planejar e estudar muiiito cada lugar, sua história, cultura, costumes e presto muita atenção ao que está ocorrendo à minha volta. Meu filho, meu companheiro desde pequeno, já está acostumado à rotina e fica na dele, se comunicando comigo pelo olhar quando a situação exige.

    Parabéns por seu post e pelas dicas. São preciosas!

    Abraços,

    Bethania Villela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s